10 melhores remédios para parasitas

Sobre parasitas humanos externos e internos e seu tratamento O parasitismo é uma das formas mais antigas de existência dos organismos mais simples, vestígios de seu aparecimento datam de centenas de milhões de anos atrás. De uma forma ou de outra, o corpo de cada pessoa está cheio de microorganismos - vírus, bactérias, fungos. No entanto, a ciência internacional da parasitologia reconhece apenas criaturas multicelulares como parasitas, que, por sua vez, são divididas em ectoparasitas e endoparasitas, ou externas e internas.

Ectoparasitas

Os representantes mais comuns de ectoparasitas são piolhos púbicos e de cabelo, sarna, percevejos e outros piolhos sugadores de sangue. Em um sentido mais amplo, até os mosquitos podem ser atribuídos ao grupo. O grupo é muito extenso e, portanto, não existe uma única forma de tratamento para eles. Mas as medidas preventivas são as mesmas - é imperativo observar as regras de higiene pessoal.

Endoparasitas

Os endoparasitas são divididos em três grupos - organismos protozoários, helmintos e outros (miíase, candiru e outros espécimes bastante raros). Você só precisa tolerar alguns parasitas - um organismo forte os combaterá por conta própria. Além disso, contribuem para o desenvolvimento e fortalecimento da imunidade na infância e adolescência - sua ausência pode levar a formas mais graves de infecção no futuro. No entanto, existem tipos de criaturas, que não são recomendadas para serem “contidas” no interior devido à sua influência destrutiva. Nesses casos, você deve recorrer à ajuda de medicamentos.

Diagnóstico e tratamento

É praticamente impossível identificar a praga no corpo por conta própria (com exceção de espécies externas) - com qualquer suspeita, é necessário ir a um médico especializado. Entre os helmintos e outros organismos, eles são encontrados nas fezes, urina e sangue. Como resultado, é necessário iniciar o tratamento apenas conforme indicado por um médico. Todos os medicamentos anti-helmínticos pertencem à classe de prescrição, sua nomenclatura é muito extensa.

Prevenção

Embora o risco de pegar uma praga não possa ser completamente evitado, ele pode ser significativamente reduzido,se você não negligenciar medidas preventivas básicas, como:
  • Seguir as boas práticas de higiene pessoal e pública. A maioria dos microrganismos é transmitida pela via fecal-oral ou por contato. Lavei minhas mãos - lavei o verme.
  • Comer apenas água de boa qualidade. As tênias adoram viver em água bruta.
  • Vacinação constante de animais de estimação, principalmente cães;
  • Tratamento térmico de todos os alimentos cárneos antes do consumo, evitando bifes sangrentos e ovos crus.
Detoxin
Nemanex
Normadex
Paraxan
Vermixin
Germivir
ToxicOFF
Parazitol